Obrigado pela visita...

Poesia 2478 - Efêmero

o copo
aproveitado
vai pro lixo.

o corpo
usado
vai pro lixo.

a alma
sugada
vai pro lixo.

tudo está tão descartável...


JORGE LEITE DE SIQUEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário