Obrigado pela visita...

Poesia 2479 - Médico e monstro

eu era lindo
beijava bem
escrevia maravilhas.

no ato falho
virei monstro.

ainda bem.
no começo
não há raízes.
você pode me conhecer?
e vice-versa...

com rivotril tudo passa...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário