Obrigado pela visita...

Poesia 55 - Treze


Você chegou, parou, olhou,
Sorriu...
Amistoso, como não quer nada,
Querendo alguma coisa...
Falou,
Sem nexo, sem motivos,
Sem noção...

Treze...

O dedo ao redor da orelha,
Louco...
A raiva, a explosão, o sentido,
Maluco...
O misto de realidade e ilusão,
Doido...

Treze...

O preconceito, a distinção,
Não devia...
A minha lógica não é a sua,
Razão...
Só por isso você é diferente,
Sim ou não...

Treze...

Mas quem está certo, eu ou você?
Eu fazendo o que mandam, só obedecendo,
Mesmo sem querer,
Ou você que só faz o que quer,
Só responde aos seus atos,
E todos concordam, pois te consideram louco?

Treze...

(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário