Obrigado pela visita...

Poesia 41 - Antagônico


Vida e morte...
Muitos já quiseram morrer
Outros lamentam que falta tão pouco tempo
E ficam tristes...
Extremos da nossa alma,
Vivem lado a lado.
Enquanto eu te desejo, eu te rejeito...
Enquanto eu te adoro, eu te odeio...

Alegria me atinge, faço planos,
Tristeza me alcança, tudo desmorona...
Quando vejo os seus olhos,
Penso na velhice, nos netinhos.
Quando me rejeitas,
Penso na queda, da ponte mais alta...
A eternidade e o suicídio,
O amor e o ódio
Lado a lado, de mãos dadas...

Sol e chuva em minha vida
Dia e noite na minha alma...
Quando deixarmos de ser água e óleo
E virarmos café com leite
Os meus planos mudarão
E te incluirão...

Por enquanto?
Não...

(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário