Obrigado pela visita...

Poesia 40 - Às vezes faço planos


Todos fazemos planos
Que nem sempre se realizam
Temos dentro de nós
A necessidade da felicidade...

Somos seres incompletos
Sempre estamos na viagem
Nunca chegamos ao final.
Quando pensamos que achamos
A pessoa dos nossos sonhos
Acontece alguma coisa
E atrapalha tudo o que planejamos...

E se estamos bem, achando que somos felizes
Ao lado da pessoa que amamos
De repente descobrimos
Que temos que ter os dois pontos de vista:
O nosso e o da pessoa amada,
Que nem sempre são os mesmos
E como um castelo de areia atingido por uma onda
Tudo rui, tudo desaba, tudo acaba...

Assim também nós agimos
Com a pessoa que amamos
Aparece outra pessoa que nos envolve em carinho
Aquilo que queremos, mas não estamos acostumados,
Afinal tudo é novidade
Nos entregamos e esquecemos
Tudo o que construímos
E novamente o castelo desaba...

Nossos planos devem unir nossos sonhos com a realidade
Devem contar as pedras do caminho
Devem conter a comemoração da vitória
Mas devem conter a possibilidade das lágrimas
Tanto suas quanto dos outros...

Inclua nos seus planos todos os sentimentos
Inclua atos de amor, como um beijo por dia
Inclua missões como amar sempre,
Inclua funções como conquistar todos os dias
Mesmo que seja uma única pessoa,
Mesmo que seja uma única vez,
Mas, que seja uma única vez,
Por dia...

(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário