Obrigado pela visita...

Poesia 2608 - Esquecimento

o que eu disse, me esqueci.
e se me dizes
que eu disse
talvez eu tenha dito
ou não tenha dito
porque esqueci.

tenho pena
(ah, como tenho pena!)
dos que não se esquecem
dos que têm super memória.

ah, que pena deles!

nunca esquecem.
é a pior maldição de alguém!

todos os traumas
as derrotas
as mentiras
as invejas.

coitados!

ah, eu sou feliz,
que sorte que eu tenho em esquecer
(o que disse ou prometi)
pois quando me deito
eu não vejo nada.

e não consigo dormir...

e se me lembrasse de tudo?

que pena dos que se lembram de tudo...

jorge leite de siqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário