Obrigado pela visita...

Poesia 2603 - Um dia

Um dia
Alguém vai ler
(pela manhã)
O que escrevi à noite.

Meu corpo estará endurecido
Meu coração estará parado
E minhas palavras
(escritas)
Serão minha vida
Minha presença
Naquela manhã
Que pode ser hoje
Ou amanhã...

Meu medo
É não ser nada mais
Que um corpo
Rijo
Ao amanhecer.

Sem uma palavra ao lado
Sem uma reclamação
Sem um verso poético
Sem uma expressão de alegria
Sem a pura tristeza que carrego comigo...

Mas hoje, hoje não.
É noite
E escrevi
Pois se for minha última noite
Quem vier me buscar
(daqui a pouco)
Vai saber que pensei nela
E deixei um beijo
Carinhoso
Para todos os que me esqueceram.

Inclusive você...
 

JORGE LEITE DE SIQUEIRA
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário