Obrigado pela visita...

Poesia 2604 - O homem sozinho

Lá vai um homem sozinho.
Cabeça baixa
Passos lentos
Parece estar em outra dimensão.

Em quê ele pensa?
Com quê ele sonha?

Será
Que ecoa em seus pensamentos
Os olhos de sua amada?
Será
Que reverbera em sua mente
Palavras malditas de amor?
Será
Que contrasta em seus neurônios
A escuridão da solidão?

Vai, homem sozinho,
Sei um pouco o que você sente
Em seu lento caminhar
Inseguros passos
Que talvez voem na próxima ponte.

Vai.
Talvez amanhã tudo fique bem.
Vai...
 
JORGE LEITE DE SIQUEIRA
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário