Obrigado pela visita...

Poesia 2564 - Espelho encantado

espelho mágico
que muda meu rosto
me dá rugas
embranquece minha barba
derruba meus cabelos.

espelho encantado
que esfarela meus dentes
engrandece minha barriga
escurece minha vista.

espelho mágico
que derruba folhas de calendário
mesmo que eu
(assustado)
não olhe no relógio.

espelho encantado
que me mata
dia a dia
aos poucos
bem devagarzinho
como matou o meu pai.

mesmo que eu não olhe mais ao espelho...
 
JORGE LEITE DE SIQUEIRA
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário