Obrigado pela visita...

Poesia 2548 - Abandonado

sem cor
sem dor
sem sabor.

assim me senti...

esquecido
por tudo
por todos.

nunca fiz mal!
orgulho-me disso.
ninguém tem motivos para me odiar
mas
percebi
que
ninguém tem motivos
para
me
amar.

nunca fui bom também...

sem cor?
sem dor?
sem sabor...
 
JORGE LEITE DE SIQUEIRA
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário