Obrigado pela visita...

Poesia 2543 - Paranoia

o avião vem!
ouço o barulho.
é madrugada
ouço
motor
turbina
cada vez mais perto
mais alto
e vem
vai se chocar ao telhado
ao meu telhado
quero correr
o barulho aumenta
mais alto
muito mais alto
vai destruir tudo
acabar com o prédio
vou morrer
o avião
cada vez mais perto
o barulho
alto
cada vez mais alto
e passa
vai diminuindo
até sumir
silêncio total.

eu não morri.
desta vez
não...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário