Obrigado pela visita...

Poesia 2405 – Fim iminente


 
Sangue
Dedo cortado
Faca amolada
Gotas vermelhas.

Olhos vermelhos...

Não há dor.
Não há prazer.

Carta
Email
Fim iminente.

Não há dor.
Não há prazer.

Coração sangra.
Um corte que não cicatriza.

Sem dor...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário