Obrigado pela visita...

Poesia 2383 – Suicídio lento


 
Incompleto
Não sou feliz,
Nem triste.
Nem poeta...

Incompleto
Espero na companhia
O que me falta
E sempre falta
Mesmo com companhia.

Incompleto
Sigo
Porque parar é morrer
E não quero morrer tão rápido.

Devagar.
E sempre...


JORGE LEITE DE SIQUEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário