Obrigado pela visita...

Poesia 2360 – Trânsito impedido



Pare!
Volte!
Proibido entrar!

Neste coração
ninguém mais entra
até que o tempo asfalte as vias
recupere os buracos
refaça o caminho.

Até que isso aconteça
dê meia volta
e não insista...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário