Obrigado pela visita...

Poesia 2355 - Crises de você

Tenho crises de você.
Sou viciado
dependente crítico

Tento me curar
mas não consigo.

E as recaídas são mortais.

Quando escuto O. Montenegro!
Não posso, não devo!
Nem se eu pudesse
sem medo.

Não quero mais isso
Viver assim é ruim

Ajude-me a acabar o vício.
Brigue comigo
saboreie meus defeitos
vomite meus pontos fracos
humilhe-me.

Encha-me de ódio de você.

Ah, se eu conseguisse,
seria livre
finalmente.

Não veria mais fotos
nem relembraria nossos dias juntos
Malditos dias que me deixam tonto
de saudades
de nostalgia

Não quero mais.

Ajude-me!
Diga que não quer me ver
que sou tolo
que perco meu tempo
Diga que sou idiota
em pensar em uma ilusão
que nunca mais se repetirá.

Me dê uma arma
ou seu coração.
Ambos acabariam com minha vida...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário