Obrigado pela visita...

Poesia 2300 – Na rodoviária


Na lama
Na cama
Na rima...

Menina...

As águas do Piracicaba vão subir
Com minhas lágrimas também...

Na lama?
Não, ninguém mais me engana.
Na rima?
Menina...

Corta-se o umbigo...

Egos?
Desapegos...

E segue a vida...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário