Obrigado pela visita...

Poesia 2264 - A bola de sabão

A felicidade
Voa ao vento
Como uma bola de sabão...

Visível
Passa sempre por perto
Parece palpável
Mas, você sabe,
Não a toque
Ela se desfaz...

Deixe-a passar, ao vento,
Deseje-a, claro,
Mas não almeje tocá-la
Não tente possuí-la
Ela é como os sonhos
Existem na poesia
Na utopia
No coração dos loucos...

Pow!
Lá se foi a minha...

(Autor - Jorge Leite de Siqueira)




Nenhum comentário:

Postar um comentário