Obrigado pela visita...

Poesia 2202 – Loucura


I shot the sheriff!
I shot.
I shot.
Eu confesso: eu atirei…

Mas, não estava em sã consciência.
Estava bêbedo
Tinha fumado maconha.
O que isso tem a ver?
Nada!
Podem me prender!
Eu atirei no cara...

Quem é o cara?
O xerife!
Tudo bem
Desculpa aí
Não sabia que era o xerife.
Aliás, nem sei o que é um xerife...

Podem me prender...

Levem-me logo!
Tirem a boca de meu litro de pinga
Larguem o meu cobertor
Saiam de meu canto...

Prendem-me logo!
Mas, por favor,
Não afastem esses espíritos daqui...



(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário