Obrigado pela visita...

Poesia 2123 – É uma dor que dói por dentro


A dor
Que sinto
Não é algo que possa ser tocado
Ou falado
Nem muito menos imaginado
A não ser por mim
E no meu âmago
E na alma
E em cada fibra, célula, nervos, sangue, fios de cabelos...

A dor
Que sinto
Não dói
Como a dor da agulha do dentista
Nem como o corte dos vidros em meus pés
Nem como o murro que estoura os meus lábios durante a briga...

A dor
Que sinto
Não me deprime
Nem me dá pensamentos loucos de pular do prédio
Nem de beber veneno...

A dor
Que sinto
É invisível
E tão pulsante em mim...

A dor
Que sinto
Não se apresenta em minhas palavras
Nem em minha convivência
Nem em minha sobrevivência...

A dor
Que sinto
É tão grande
É tão clara
É tão forte
É tão única
Tão interna
Tão minha
E tão marcante...

A dor
Que sinto
Nunca foi sentida por ninguém
Mesmo que meus olhos a reflita em forma de tristeza
Mesmo que meus lábios a exprima em forma de poesia
Mesmo que meus pensamentos a desenvolva em forma de insônia
Mesmo que minha vida a cultue em forma de derrotas...

A dor
Que sinto
Só é suportável por mim
Pois é veneno
E antídoto
E estão em mim...

A dor
Que sinto
Me faz viver...

A dor
Que sinto
Me faz viver para sentir a dor que sinto...

Intensa.
E eternamente...


(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário