Obrigado pela visita...

Poesia 64 - Solidão


Paredes
Móveis e papéis
Pessoas entram e saem
Pessoas vêm e não ficam...
Perguntas
Telefone toca
Pessoas passam no corredor
Pessoas vão e não voltam...

Trabalho, coração,
Parecem iguais...
Enquanto estou preso numa sala
Como um presidiário
Meu coração também não recebe visitas
A sua visita...

Tantas pessoas passam
Só você que não!
Tantas pessoas chegam
Só você não vem...

Quem inventou o amor?
Deve ter sido o mesmo
Que inventou a solidão...

(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário