Obrigado pela visita...

Poesia 45 – Girassol


Sol, girassol.
Seus raios
Iluminam meus olhos
Ofuscam meus sentidos...

Seus raios
Mexem-se e eu acompanho
Levando-me, à sua vontade
Aos lugares mais difíceis
Que o espírito possa penetrar...

Girassol
Acompanho seus raios
Sou teu escravo
Sigo suas ordens
Obedeço...

Girassol
Procuro você
E você se esconde
E eu percebo tudo
Sei o quanto foges
Sei o quanto podes
Ficar e partir...

Noite
Sem os seus raios eu volto a ser eu
Nem girassol, nem sol,
Só uma sombra, vadia e fugitiva
Tentando encontrar o seu dono
Procurando no céu e no inferno
O corpo ao qual pertenço...

Enquanto isso
O sol reaparece
Cansado da busca
Vejo seus raios
Torno-me escravo
Novamente
E te obedeço...

Faço tudo o que quiseres
Tudo o que quiseres...

(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário