Obrigado pela visita...

Poesia 43 - Correntes


Existem correntes que me prendem
E pior ainda, existem correntes psicológicas
Que, como pregos afiados,
Entram em minha mente e me machucam...

Mas como todos os perigos existem para serem exterminados
Como todos os desafios existem para serem superados
As correntes existem para serem quebradas
E faço isso, elo a elo, todos os dias.
Como mágica, outros elos aparecem
E cada vez mais grossos e fortes
Mas minha força cresce na mesma proporção...

A corrente vai partir, tenho certeza,
Porque sou homem, e meus olhos perfuram,
Sou homem, com meu cheiro, com meus músculos,
Sou homem, para desbravar matas e naufragar em rios,
Mas, principalmente,
Sou homem para saber amar a mulher certa,
A verdadeira mulher...

(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário