Obrigado pela visita...

Poesia 35 - Mulheres


Um dia desses, eu percebi o quanto somos idiotas
Tudo o que fazemos só tem um propósito: mulheres...
Nós trabalhamos, estudamos, nos vestimos,
Tudo pensando em mulher.

Já começa na escola, quando somos pequenos, ainda no primário
Aquela gatinha linda, banguelinha, mas quem liga?
É o sonho de consumo infantil.
Fazemos planos, sozinhos, ou falamos com a turminha
E fica nisso o ano todo, sem seguir nada em frente
A não ser as brincadeirinhas inocentes.

A gente cresce e mudam as táticas,
Mas o objetivo é o mesmo: garotas e mais garotas.
Quase não pensamos em outra coisa
Tudo é voltado pra isso.

Por que nós trabalhamos? Por gostar do trabalho?
Então te pergunto agora,
Se você ganhasse o mesmo que ganha
Sem precisar ir ao trabalho, você iria?
Você pode até falar que sim, que trabalha por que gosta
Mas duvido que seja de coração.
Ou duvido que quando surgisse a primeira dor de cabeça
Você não abandonaria tudo e iria fazer outra coisa.

Nós nos vestimos para elas, usamos roupas de grife,
O perfume é para atrair, o corte de cabelo é o da moda,
Porque elas gostam do que está em evidência, é claro.

Até os bens materiais, tipo carro ou moto,
Quando vamos comprar, pensamos nelas, por que não?
Com tal modelo faremos sucesso? As gatinhas gostarão?

O trabalho tem que ser bom, ganhar muito, ter status
Quem sabe não rola com a secretária.
É preciso ter dinheiro, muito dinheiro por sinal
Pra pagar o motel, pra curtir no Carnaval...

Por falar num feriado, uma festa, coisas assim,
Pra onde vamos nessas datas, quando as férias chegam?
Para um lugar cheio de mulheres, é claro.
Contamos para os amigos, quando já estamos de volta
Com quantas garotas saímos, quantas vezes transamos.
Se não aconteceu nada, os amigos desconfiam
Se não aconteceu nada, nos preocupamos.

Aí, entra o xis da questão
Que é uma coisa que não deveríamos considerar
Tudo bem fazer tudo por elas
Mas, a maioria dos problemas que temos vêm de onde?

Quase todos os problemas que temos
Têm caráter sentimental, pode ter certeza.
Pode ser em qualquer área, profissional e até familiar,
Tudo tem caráter sentimental no meio.

E qual a solução? Eu não sei, também estou passando por isso
Mas já avaliei a minha vida
Os maiores problemas que tive
As maiores dores de cabeça
Foram derivados de mulheres.
Separação, traição, namoro.
Interesses futuros, atuais e passados,
Todas elas me dão dor de cabeça.

E o que eu ganho com isso?
Um carinho, sexo, companheirismo.
Cada mulher tem a sua forma de nos presentear
Seja por idéias, por seu corpo ou por sua preocupação,
Elas sabem que nós dependemos delas.
E aproveitam disso, é claro!

(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário