Obrigado pela visita...

Poesia 08 - Minha estrela


Meu Anjo da Guarda
Que está sempre ao meu lado.
Prometeu me ajudar e proteger
Colocando muita luz no meu caminho
E clareando meus passos...

E de repente tu chegas
Com tua rebeldia de jovem
Com tua loucura de adulto
Com tua beleza de moça
Com tua inteligência de hippie...

Quando não se tem nada, nada se perde,
Assim dizia o poeta.
E o que eu posso perder, minha estrela,
Recebendo a luz que tu refletes?

Clareia minha alma, estrela,
Pois sei que tudo na vida é temporário.
Então eu quero tua luz...

Reflete em mim como um espelho,
Me dê teu brilho de paz,
Como néctar para minha alma...

Sou lâmpada perto de ti
Minha luz é insignificante,
Mas você aumenta meu brilho
Com a luz de teus olhos e os raios do teu sorriso...

Brilha, estrela, brilha.
Faz minha vida iluminar
Porque quando ficares cadente
Cairei junto contigo
E juntos realizaremos desejos
Dos apaixonados que nos virem
Caindo no céu
Por detrás das montanhas...
(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário