Obrigado pela visita...

Poesia 2767 - Tudo no nada

e tudo
do nada se fez.

e nada
mudou.

no tudo.

no tudo
existe
o nada.
mas
no nada
inexiste

tudo.

Jorge de Siqueira



Nenhum comentário:

Postar um comentário