Obrigado pela visita...

Poesia 2675 - Fênix

o sol
redondo, amarelo, luz
vai saindo
devagar
bem devagar
detrás das montanhas
na sombra do horizonte.

o sol
marca mais um dia.
meu dia
depois de cinquenta e um anos.

fênix, renasço.

desta vez é pra valer...

jorge leite de siqueira


Nenhum comentário:

Postar um comentário