Obrigado pela visita...

Poesia 2630 - Lua, super lua

com tuas crateras milenares
o que queres de mim?

não sou cientista
sou poeta
não vejo a razão de estares vermelha.

sinto teu vermelho e aceito
mas bem que podias estar azul
como os olhos de meu amor.

lua, super lua,
tu me inspiras
mas me deixa com mais perguntas que respostas.

lua, lua de fogo,
o que queres de mim?
que eu beba?
que eu chore?
que eu sonhe?

lua, linda lua,
fiques aí no céu
para que eu te veja
e beba
e sonhe
e chore
como tantos outros poetas
apaixonados por ti...

...e por lindos olhos azuis.

jorge leite de siqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário