Obrigado pela visita...

Poesia 2440 - Não sei do mar



Não!
Achei que eu era Netuno
deus
anjo
qualquer coisa
mas, não,
não sei nada do mar.

Sei de águas verdes
mas todos sabem;
sei de águas salgadas
os que já se molharam, sabem.

O que eu sei, então?

Sei
de uma casinha
com varanda
de frente para o mar.
Sei da rede
da varanda
das gaivotas roubando meus camarões
do vento noroeste
da maresia
do ar fresco.

Se de braços
de abraços
de pernas
de um par de olhos azuis
que podem dividir isso tudo comigo.

Fora isso
não sei de mais nada.
Só do sonho
em ser feliz
perto do mar...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário