Obrigado pela visita...

Poesia 2270 – Teia de aranha

Que estranho!
A aranha arranha
A teia da aranha
Mas não arranha
A telha
Cheia de teia
De aranha...

A mosca que voa
Não mais voa
Debate-se
Na teia da aranha
Que se assanha
E a mosca abocanha
Que vira almoço e janta
Da aranha
Na teia da aranha...

Não é estranho?


(Autor: Jorge Leite de Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário