Obrigado pela visita...

Poesia 2290 – Inventei o meu tempo


Dezoito horas
Cheguei à casa
Voltei a ser menino...

Quem inventou o tempo?
Eu não fui!
Não tenho quase cinqüenta anos
Eu me nego a isso
A ser velho
Ranzinza e rabugento...

Quem criou os dias?
Não fui eu
Por isso posso criar meu sistema de contar a idade...

E criei:
No trabalho sou velho
Fora do trabalho sou um menino
Moleque, rapaz,
Brincalhão e feliz...

Não serei inconseqüente.
Serei apenas um jovem no espírito...

(AUTOR: JORGE LEITE DE SIQUEIRA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário