Obrigado pela visita...

Poesia 2267 - O cisco

Pisquei.
Era um cisco.
Mentira...

Desceu uma lágrima...

Desde cedo estava assim
Esperando o cisco
E a lágrima...

Desculpas sem motivos...

Pisquei.
Outro cisco.
Quantos ciscos.
Quantas lágrimas...

(Autor - Jorge Leite de Siqueira)


Nenhum comentário:

Postar um comentário