Obrigado pela visita...

Poesia 2620 - Rugas em pó

ela vem
se acomoda.
pega cobertor e se enrola comigo.
cansa-se
grita
e parte.

e ela se vai.
leva o que trouxe
e deixa um vazio.

fiquei só.

eu não quero muito
só alguém
comigo
todos os dias
até meu suspiro final.

mas, não,
tenho que me deitar sozinho
e esperar
deus
transformar minhas rugas

em pó...

jorge leite de siqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário