Obrigado pela visita...

Poesia 2600 - Todos estão morrendo

Todos estão morrendo
E eu?
Quando será a minha vez?

Eu preciso viver
Mas todos estão morrendo.

Eu preciso viver.
Para quê?

Repetição de dias
Tediosos
Insossos.

Viver é o quê?

Minha geração está partindo.
Meus ídolos
Meus gurus
Todos estão morrendo.

E quem ainda não foi resta pouco tempo...
 
JORGE LEITE DE SIQUEIRA
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário