Obrigado pela visita...

Poesia 2574 - Eu não entendo Leminski

eu não entendo leminski
eu não entendo poesia abstrata
eu não entendo.

não é que não goste
eu não entendo.

eu entendo
do choro da criança
no andar de baixo
chamando “mamã”.

madrugada
mamã dorme
eu não.

ligo a luz
vou conversar com leminski
talvez agora
ele seja mais claro.

ah,
chora mais alto, neném,
mamã já já acorda...
 
JORGE LEITE DE SIQUEIRA


Nenhum comentário:

Postar um comentário