Obrigado pela visita...

Poesia 2409 – O próprio carrasco


 
Quem me jogou penhasco abaixo?
Quem me prende nesta cela?
Quem me amarrou estas correntes?
Quem poderá me tirar daqui?

Como é triste
Saber
Que você é seu próprio carrasco...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário