Obrigado pela visita...

Poesia 2313 – Fragmentos com cerveja

1)

Outra dimensão.
É isso!
Acho que perdi meus contatos
Minha imaginação
E o que penso que é sonho
Não passa de realidade.
É isso!
Devo sonhar
Dentro do sonho...

2)

Quando sair
Apague a luz
Feche a janela
Tranque o portão
E saiba que te amo...

3)

Calma, baby, light my fire!

4)

Porra, Doors!
Que pena não ter vivido isso
Com eles
Na rua
Nas calçadas
Bêbedo
Jogado ao léu...

Hoje?
Nem dá.
Serei confundido com um viciado em crack...

5)

Quando a música acabar, apague a luz!

6)

Jim
Seus olhos perdidos
No som
Na necessidade de estar ali
Como não esteve ontem
Me lembra
Da minha covardia
De estar aqui
E não ali
Onde você esteve
Ontem
Anteontem
Sempre...

Na viagem...

7)

Tô de quatro por você.
De quatro.
Mas só nos pés...

9)

Vou pular o oito...

8)

Vou devolver o oito.
Depois de quatro cervejas
Nada melhor
Que ficar de oito...

10)

Fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário