Obrigado pela visita...

Poesia 2288 – Inexistente


Um dia
Sozinho
Cansado da inexistência
Resolvi aparecer
E apareci
Mas de nada adiantou
Pois continuei
Inexistente
Como sempre fui...

(AUTOR: JORGE LEITE DE SIQUEIRA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário